Psicologia e Moda

frase-comportamento

Oi pessoal! Então, para quem não sabe eu sou estudante de psicologia e gosto de tudo ligado à moda. Comecei a pesquisar sobre o assunto e encontrei uma psicóloga que uniu as duas áreas, ela se chama Marjorie Vicente e é especializada em Psicologia de Imagem. Adoreiiii o trabalho dela! A proposta é unir Psicologia e Moda buscando um equilíbrio entre imagem real e imagem desejada. Ela desenvolve projetos ligados a transtornos alimentares com crianças, adolescentes e modelos, ligando a Psicologia ao mundo da Moda e da Mídia. Entrei em contato com a Marjorie, que gentilmente cedeu algumas informações sobre seu trabalho!Marjorie, como surgiu a ideia de unir Psicologia e Moda?

Cursei Psicologia na PUC-Campinas de 2004 a 2008. Paralelo à faculdade atuei como consultora de imagem para duplas sertanejas e apresentadores de TV. Neste momento comecei a unir as duas paixões e focar no que os artistas passavam para o público com a imagem que exibiam. Me formei e trabalhei, em 2009, com imagem de marca, desenvolvendo campanhas de acordo com a psicologia do consumidor. Fui estudar consultoria de imagem na FIT em NYC em 2010, e neste momento senti falta de algo mais profundo voltado para a Psicologia. Então, na aula de Branding também na FIT-NYC, eu desenvolvi com o meu professor o conceito de Psicologia de Imagem, a união da Moda e da Psicologia na busca do equilíbrio entre imagem real e imagem desejada.

O meu grande projeto no nosso país e mudar o cenário nesta temática, expandir o conceito de educação e prevenção de Transtorno Alimentar, “advogar” em prol de campanhas publicitárias que favoreçam a autoimagem positiva e ser uma parceira na busca do equilíbrio para todos que estão em conflito entre o que são e o que gostariam de ser. Estou me preparando para iniciar o meu Mestrado em Health Education com concentração em Transtornos Alimentares, em New Hampshire, na Plymouth State University. Portanto, ficarei entre Brasil e EUA nos próximos anos.

Você trabalha com qual abordagem psicológica?

ACP Abordagem Centrada na Pessoa de Carl Rogers.

Como é feito seu trabalho com crianças e adolescentes?

Durante o estágio que realizei na National Eating Disorders Association – NEDA, traduzi ferramentas de educação e prevenção em transtornos alimentares. Atualmente trabalho com pais, educadores e adolescentes em Miami, para conscientizá-los sobre o assunto.

Como uma pessoa pode identificar se está exagerando na dieta?

O meu termômetro são os limites do que é saudável. Não há problema algum em se cuidar, muito pelo contrário, e super importante para a autoestima gostar de si mesmo, e dentre outras características que a compõem está cuidar da aparência, o grande problema é quando em nome disto adotamos comportamentos que nos prejudicam e passamos a acreditar que o nosso valor esta apenas atrelado a nossa imagem.

Se alguém sentir que está perdendo o controle como buscar ajuda?

Entre em contato com a Marjorie Vicente através do e-mail: contato@marjorievicente.com.br, ou busque em seu site no link “Contato” o grupo de estudos ou centro de tratamento mais próximo!

Em Campinas existe o Grupo Interdisciplinar de Assistência e Estudos em Transtornos Alimentares do HC da Unicamp. Tel. (19) 3521-8277.

Não se esqueça: dieta (=restrição) diga NÃO, reeducação alimentar (=equilíbrio) diga SIM!!!” Aprenda a diferenciar o que é gula e compulsão (leia mais).

8 thoughts on “Psicologia e Moda

  1. Marjorie Vicente says:

    Ola Jhana!
    Muito obrigada pelo seu feedback!
    Voce e professora em qual Universidade?
    Fico muito orgulhosa e grata por usar o meu material nas suas aulas! Se precisar de qq informacao, conte comigo!
    Um beijo!
    Marjorie

  2. Thamires Fernandes says:

    Adorei seu post. Estou no último período de Psicologia, sou apaixonada por moda e sinto muita falta de um elo entre essas duas áreas. Queria muito trabalhar com isso mas ainda não sei por onde começar ou onde procurar pra eu me especializar.
    Obrigada pelo esclarecimento.
    Parabéns!! ;**

  3. Mikaelly says:

    Olá, Marjorie! Meu no me é Mikaelly, tenho 19 anos e moro na cidade de Fortaleza – CE. Sempre me interessei por moda, mas curso Psicologia na universidade. Não que eu não goste do meu curso, eu o amo. Mas também amo arte, moda e amo fazer combinações de roupa cada vez mais diferentes e ousadas (combinando cores, estampas e texturas). Estou no segundo semestre desse curso, e queria saber como eu posso começar a conciliar a psicologia com a área de produção de moda, o que você me aconselha? Você acha que é válido que eu inicie um curso de moda no senac, por exemplo, para adquirir conhecimento e experiência?

  4. Sara Raquel says:

    Oi, eu terei q me transferir para Campinas e faço psicologia.
    Uma visão de uma psicóloga da cidade, vc pode dizer as cinco melhores instituições de Campinas? Tô bem perdida e a internet não tá ajudando.
    Amei seu poster.
    Bjs!

  5. Larissa says:

    Parabéns!!
    Encontrei o que tanto procurava. Infelizmente não tem muitos estudos sobre isso, Psicologia e a Moda. Mas sei que pode ter essa junção, amei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *