Mamães de UTI, desacelerem…

Mães de UTI, eu sei que te disseram para acordar o seu bebê a cada duas horas para alimentá-lo, afinal, ele precisava ganhar peso… ⏰

Te disseram também que duas fraldas secas significavam desidratação e que isto era sério… 🆘

Te aconselharam a evitar visitas e seguir a risca a espera dos três meses para levar o bebê passear… 🚫🦠

Provavelmente, em casa, você ainda tenha seguido o passo a passo de lavar muito bem as mãos e antebraço (por no mínimo 20 segundos) e “se pegou” procurando a roupa descartável antes de se aproximar do seu maior tesouro… 🧼

Talvez você ainda escutasse os apitos dos monitores, sentia o frio intenso do ar condicionado e fechava os olhos de forma aflitiva tentando não visualizar, em pensamento, procedimentos vistos que fizeram o seu coração parar. 💉💔

Te cobraram tudo o que cobram das Mães, mas, com uma intensidade maior que muitas vezes deve ter te paralisado ou te tornado a mais proativa das criaturas, antecipando todo e qualquer evento que pudesse acontecer… 🙇🏼‍♀️

Eu sei que não havia espaço para sentir o peso nos ombros, a confusão dos pensamentos acelerados e a exaustão de quem parece lutar pela sobrevivência do bem amado 24hs por dia, 07 dias por semana, fizesse chuva ou fizesse sol, sem tréguas… desmoronar não era uma opção… 🤷‍♀️

Mas, deixa eu te contar um segredo… estes bebês, que por motivos diversos decidiram chegar de forma inesperada ou foram obrigados a deixar a segurança e o conforto do casulo antes da hora, são verdadeiros guerreiros e nos ensinam em dobro à medida que aprendem… 💪

Antes de ter esta clareza, eu permaneci no piloto automático por um bom tempo… quando a Georgia tinha 01 ano e meio, um tio MUITO querido me vendo oferecer água pra ela no cafe da manhã (talvez pela terceira vez) me disse: “Deixa ela te pedir!”… confesso que “palavras feias” povoaram meu pensamento naquele momento… e eu precisei respirar fundo… 🤭

Hoje, olhando com outras lentes para esta mesma situação, eu percebo que junto com o incisivo “deixa ela te pedir”, estava um sábio e carinhoso conselho: saia do automático, você não precisa antecipar tudo, deixa que ela aprenda a reconhecer as próprias necessidades e faça o “mínimo” esforço para alcança-las. UFA! 🙌🏻

Desacelere Mamãe… vai ficar mais leve, eu te prometo! A urgência é exceção, e o estado de alerta constante te prende nas fantasias e te afasta do seu bebê no trivial! 🎢🧘🏼

Se conectem! Inspire profundamente e expire deixando todo o medo ir… conte comigo! Estou aqui! ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − nove =