Por menos filtro e, também, menos ZOOM!

No meu último post, falei sobre cores complementares que são opostas no círculo cromático e que, quando misturadas, se neutralizam em uma escala de tons de cinza. Fico pensando o quanto isto se encaixa nas opiniões e comportamentos que temos em relação a quase tudo nos dias de hoje, opostos que poderiam encontrar a neutralização no caminho do meio… volto a insistir no assunto, desta vez, com foco na nossa imagem. 

Sou psicóloga, especialista em transtornos alimentares e acho SUPER válidas todas as campanhas e projetos que ajudem as pessoas a olharem pra si mesmas com mais cuidado, compaixão e amor… mas, também fico pensando, o quanto uma mensagem assim… levada ao extremo pode causar mais prejuízos do que benefícios a alguém que não consegue chegar ao estágio de AMAR o que julga como “defeito”. Quem sabe se encontrássemos o meio do caminho, já seria meio caminho andado! ❤️

Eu explico melhor… passei a minha adolescência lutando contra os pensamentos e comportamentos do transtorno alimentar… isto me rendeu marcas, não só psicológicas, mas, físicas também que são pra sempre… como as “tão temidas” estrias. Se eu disser que morro de amores por elas eu estaria mentindo, mas, digo com muita satisfação e paz no coração que elas não me paralisam como já fizeram um dia… não me impedem de usar biquini, não me impedem de ser feliz com o meu corpo, não me envergonham diante de ninguém… sinto como se eu tivesse uma RELAÇÃO DE NEUTRALIDADE com elas… entendo de onde elas vieram e o porquê estão aqui, mas, não as amo e não preciso expô-las PROPOSITALMENTE para provar pra alguém, pra mim ou pra todo mundo o quanto eu me aceito… no lugar disto, acho mais saudável NÃO TER NECESSIDADE DE ESCONDÊ-LAS. Faz sentido?! 

A sensação que eu tenho é que só teremos a tão desejada “aceitação” de diferentes padrões, de corpos e formas diversas, de marcas e tudo mais que julgamos “defeitos”, quando agirmos com naturalidade diante deles… por experiência própria, acredito em um mundo com mais “fotos polaroid”, sabem aquelas que se revelam quase que enquanto dizemos “X”?! SEM tempo pra FILTROS que “CORRIJAM”, mas, também SEM ZOOM que tirem a espontaneidade e COLOQUE FOCO nas celulites, gordurinhas, estrias, manchas, entre outras, COM FIM EM SI MESMAS, desperdiçando personagens e cenários tão mais importantes que elas! 😉 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =