Sobre memórias e ressignificados…

Hoje, em busca de mais uma opção de entretenimento (as vésperas de completar 04 meses de isolamento social), resolvi mostrar para a Georgia as roupinhas de ocasiões especiais de quando ela era bebê… eu não tinha idéia aonde isto me levaria, as sensações que me trariam e jamais imaginei que ela fosse gostar tanto.

Fomos vendo uma por uma… fui contando a história… quem deu… qdo ela usou… mostrei fotos dela bebê usando as peças… e, super curiosa, ela já ia pedindo pela próxima… em determinado momento, meu marido entrou no quarto e perguntou se estávamos curtindo nostalgia… eu tinha acabado de achar as touquinhas que ela usou na UTI e um par de meias tão pequenino que naquela ocasião parecia enorme naqueles pézinhos minúsculos… quando fui mostrar para o meu marido, ele falou: “você está tremendo”! E, de fato, eu não sei explicar o que eu senti, mas, eu vibrava por dentro… vibrava amor ao lembrar daquela mãe de primeira viagem, recém parida, que precisou ser muito forte quando estava aos pedaços… vibrava gratidão ao ver que deu tudo mais do que certo… me lembro de olhar um quadro da UTI cheio de fotos de crianças grandes, que por ali haviam passado ao nascer, e eu só me perguntava “quando a minha Pequena estaria assim”… 

Cada vez que eu guardava uma peça especial, como a do dia que ela completou um mês, dia que conheceu os avós, primeiro Halloween, primeiro Natal… eu imaginava que um dia ela pudesse brincar de boneca com elas… eu só não sabia que este dia chegaria tão cedo, e que junto com a brincadeira, ele nos daria a oportunidade de ressignificar tanta coisa… a sensaçao de sair de cena, olhar de fora e ver que o “frio na espinha” deu lugar a um baita orgulho do caminho construído é muito maravilhosa! 

Em um momento tão desafiador como o que estamos vivendo, quis compartilhar esta experiência e dizer que “vai passar”, “este dia” (seja o que for que ele signifique para você) vai chegar… tá aí a minha Loirinha que não me deixa mentir… hoje com quase 03 anos, brincando de boneca com o body da Bela (presente da tia Bi), que em 2017 foi usado para comemorar os seus 03 meses! 

Ahhhh o tempo… muito obrigada por tanto! 🙏❤️

P.S. As fotos de 03 meses, mais uma vez, confirmam que o “tempo passa” e muda tudo… a bebê que mal tolerava fricotes apenas para alguns segundos de fotos, hoje é “a maluca das fantasias, vestidos, luvas e afins”! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − um =