“Mommy Burnout” em tempos de COVID

O termo vem sendo usado aqui nos USA fazendo uma alusão a “Síndrome de Burnout” no contexto da Maternidade. 🤯

Burnout significa depressão, exaustão, fadiga. Este esgotamento, no contexto corporativo, é comum acontecer com colaboradores que apresentam alto grau de perfeccionismo. Diferente do cansaço “normal” de um dia pesado, aqui estamos falando de algo mais intenso, constante, associado a muito estresse e desmotivação. Muitas vezes, o afastamento temporário do trabalho é necessário. 

Quarta-feira, eu estava falando com uma Mãe que está com suspeita de Covid após o marido ter sido testado positivo, e ela e uma das filhas terem começado a apresentar os sintomas… quando questionei como ela estava, ela me respondeu: “Marjorie, e Mãe pode ficar doente? Não pode… não posso ter ajuda neste momento para não propagar o vírus, então, preciso dar conta de tudo mesmo não me sentindo 100%.” 🤷‍♀️

Quem se identifica???? 🤔

Vejam que “receita perfeita” para a sobrecarga materna, e, em um momento tão delicado como o que estamos vivendo. 

Mães que experimentam uma “rotina” de sobrecarga em sua função materna, normalmente, são Mães sem rede de apoio e/ou que se exigem serem 100% boas em 100% do tempo. O cansaço extremo e constante, nestes casos, pode vir acompanhado de irritabilidade, falta de interesse, ausência de prazer nas atividades com as crianças, falta de motivação e propósito, além de pensamentos negativos. 🚶‍♀️

É importante ressaltar que cada caso é um caso e precisa ser avaliado de acordo com o contexto em que está inserido. Se você tem filhos com pouca diferença de idade, se tem pouca ou nenhuma rede apoio, entre outros, é mais provável que você apresente os sintomas acima. A chave do diagnóstico está na intensidade e frequência dos mesmos. 💡

Mais do que nunca, no momento em que estamos vivendo, é importante colocar em prática algumas estratégias de proteção e cuidado. São elas:

  • ACEITE ajuda, e, se não for oferecida, PEÇA! Você NÃO precisa dar conta de tudo sozinha! ⚖️
  • Faça alguma coisa por você TODOS OS DIAS. Não precisa ser nada extraordinário, mas, um simples banho sem interrupção, um café tomado ainda quentinho, um episódio de uma série, um capítulo de um livro… qualquer coisa que alimente a sua alma… um pouco por dia, TODOS os dias! 🛀
  • Procure envolver as crianças nos afazeres da casa… sei que eles ficarão muito mais demorados, mas, será uma excelente maneira de ensinar responsabilidade, cuidado com o todo e os manterá ocupados. E, além do mais, uma casa para ser chamada de lar precisa de seres humanos que de fato VIVAM nela… ou seja, se preocupe menos em arrumar a bagunça e mais em trazer VIDA para a casa de vocês! ☀️
  • Sei que para muitas o “homeschooling” está muito puxado… tente encará-lo de forma mais lúdica, se divertindo com o processo, fazendo o que é POSSÍVEL e tornando este um momento de conexão entre vocês! Quem sabe, você consiga até mesmo dar vida a sua criança interior nestes momentos. Experimente fazer de forma mais leve, mais livre! 💆🏼‍♀️

E, não esqueça, estou aqui e posso te ajudar! 🤜🤛

Quem tiver mais dicas, por favor, coloque nos comentários! 👇

Um ótimo final de semana! 🥰

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =