Muito obrigada!!!!

Precisávamos voltar de Ocala para Orlando… o furacão tinha passado pela Costa Oeste da FL no dia anterior, não havia gasolina (meu marido ficou 05hs na fila pra conseguir abastecer)… nas estradas desviávamos de pedaços de árvores o tempo todo… parecia filme de terror… o silêncio no motorhome revelava a tensão que sentíamos… 

Achar algum lugar em Orlando parecia impossível… não podíamos voltar pra casa, não tinha luz, e por isto, também não tinha água (moramos em area rural e temos poço)… recebíamos noticias pelo vizinho que havia decidido ficar… “dos males o menor”: o nosso telhado tinha sofrido danos e árvores haviam caído tanto na nossa casa quanto na nossa rua (fotos 01 e 02).

Através da irmã de um amigo de Águas de Lindóia (sempre Águas ❤️), descobrimos uma empresa de aluguel de casas que tinha um imóvel disponível, exaustos nos instalamos (foto 03 e 04) e passamos a primeira noite de tranquilidade. No dia seguinte, o meu marido (após dormir no quarto das princesas rs – foto 05) voltou pra Miami com os cachorros pra devolver o motorhome e resolver o que era preciso na nossa casa! 

Eu, minha mãe e a Geo (foto 06) ficamos e ali comecei a viver de fato a “normalidade” dos primeiros dias de uma recém-nascida sendo que a minha Baixinha já estava completando um mês (foto 07). Por mais que eu não quisesse, os fiozinhos desencapados internamente davam choque o tempo todo… a preocupação com o refluxo era maior do que precisava ser, a tentativa de amamentá-la era mais tensa do que o comum (foto 08) e a respiração típica dos recém-nascidos me apavorava… cismei que ela não estava respirando bem e, com menos de 24hs de Miami, meu marido voltou pra Orlando. 

A busca por pediatras que pudessem vê-lá era insana, eles não atendem bebês que não morem em Orlando, precisávamos ir pra emergencia se quiséssemos passar por um medico. Uma recém-nascida prematura na emergência não era o melhor dos cenários. Lendo o blog da atriz Fernanda Rodrigues, descobri uma pediatra brasileira (especialista em aparelho respiratório) que a ajudou quando passou um susto com o filho nas férias. Insisti muito e consegui que ela visse a Georgia. Ela estava perfeita, só estava com o nariz entupido… 

Me lembro que dias depois, já em casa, a Georgia não fez xixi na madrugada, de manhã troquei outra fralda completamente SECA… as palavras das enfermeiras da UTI me vinham como um pesadelo “se vc trocar duas fraldas secas, algo não está bem, ela pode estar desidratada, procure ajuda!” Liguei para o consultório da pediatra dela (havíamos trocado o pediatra inicial) e fui pra lá com ela e com a minha mãe. 

Quando fui tirar a roupa dela pra pesa-la, ela fez um xixi enorme… a médica me olhou e falou: “esqueça tudo o que você escutou na UTI, vire a página”! Eu comecei a chorar como uma criança… era um misto de tanta coisa… o trauma do final da gestação, a primeira semana de UTI, o episódio da apneia, a segunda semana na Neonatal, todos os desafios da viagem de motorhome fugindo de um furacão com uma recém-nascida somados a tantos sonhos e expectativas frustradas de como seria este momento. 😞

Muita gente (inclusive a minha mãe) me pergunta como sou tão paciente, tão entregue a Maternidade… a resposta é fácil em inglês e de difícil tradução.: “I don’t take her for granted”! Algo como se eu não lidasse com a Geo como “algo garantido”, a sensação que eu tenho é que todos os dias celebro a vida dela como um milagre e, se isto é muito positivo por um lado, pode ser amedrontador e exaustivo por outro. 

Encontrar o equilíbrio não foi nada fácil, e hoje, agradeço muito a todos vocês que leram os relatos desta semana intensa, comentaram, compartilharam, dividiram as historias de vocês comigo… sem saber, vocês me ajudaram a ressignificar muita coisa que demorei 3 anos pra conseguir falar, e me deram ainda mais energia e propósito para ajudar outras Maes! MUITO obrigada! 🙏❤️

Mamães: respeitem tempo de vocês! 

Rede de apoio: respeite o tempo das mães… pra virar determinada página, muitas vezes, precisamos ler o livro inteiro primeiro! 😉 

Contem comigo! 🥰 #SMAM2020 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =